Yamaha Subkick - Eu quero um e você?

Discussão em 'No Estúdio e no Palco' iniciado por Cidrack, 11/4/14.

  1. Cidrack

    Cidrack
    Expand Collapse
    Administrador

    Desde:
    13/3/14
    Mensagens:
    2.875
    Curtidas:
    1.541
    Cidade:
    Fortaleza
  2. Aristides TG Cavalcante

    Aristides TG Cavalcante
    Expand Collapse
    Administrador

    Desde:
    13/3/14
    Mensagens:
    1.676
    Curtidas:
    1.282
    Cidade:
    Fortaleza
    Eu quero dois: um para o bumbo e outro para o surdo!

    upload_2014-4-20_12-58-33.jpeg

    Por falar nisso, @Cidrack, tem gente fazendo sua própria versão desse produto:

     
  3. Cidrack

    Cidrack
    Expand Collapse
    Administrador

    Desde:
    13/3/14
    Mensagens:
    2.875
    Curtidas:
    1.541
    Cidade:
    Fortaleza
    Eu já tinha visto alguns tutoriais.... mas como eu sou um "fresco" eu iria querer o otiginal... :bag:
     
  4. Aristides TG Cavalcante

    Aristides TG Cavalcante
    Expand Collapse
    Administrador

    Desde:
    13/3/14
    Mensagens:
    1.676
    Curtidas:
    1.282
    Cidade:
    Fortaleza
    Não é ser "fresco" absolutamente, caro @Cidrack !

    Nosso caro @orsano que, entre outras coisas, é também um engenheiro de gravação de mão-cheia, me alertou para algo interessante: por ter aquele pedestal (meio estante de caixa / meio tom holder) o Subkick original tem a vantagem de facilmente ser posicionado de forma a alinhar-se perfeitamente à pele do tambor, o que parece ser um detalhe muito importante para obter o melhor resultado na amplificação / gravação...

    Esse pessoal da Yamaha é realmente muito bom no que faz!
     
    Cidrack curtiu isso.
  5. Cidrack

    Cidrack
    Expand Collapse
    Administrador

    Desde:
    13/3/14
    Mensagens:
    2.875
    Curtidas:
    1.541
    Cidade:
    Fortaleza
    O Tamanho do Woofer faz diferença?

    Vejamos:

     
  6. Michel Brasil

    Michel Brasil
    Expand Collapse

    Desde:
    22/6/14
    Mensagens:
    5
    Curtidas:
    3
    Cidade:
    São Paulo, Brazil
    Uma outra forma para se obter um som mais grave do bumbo ou surdo é colocar trigger no tambor acoplado a um modulo de som. eu usso assim e fica muitoo bom! nao consigo mais tocar sem triggar o bumbo e/ou surdo.
     
  7. Lucas Gravina

    Lucas Gravina
    Expand Collapse

    Desde:
    16/4/14
    Mensagens:
    53
    Curtidas:
    38
    Cidade:
    Tatuí
    eu odeio trigger, cara... uso pads eletronicos, mas no trigger eu nw confio.....
     
  8. Michel Brasil

    Michel Brasil
    Expand Collapse

    Desde:
    22/6/14
    Mensagens:
    5
    Curtidas:
    3
    Cidade:
    São Paulo, Brazil
    MAs pq vc nao confia em triggers @Lucas Gravina ?? Vc ja testou? se sim, qual marca de trigger e qual modulo usou? existem marcas de trigger que realmente nao te deixa tranquilo, pois pode acontecer disparos indesejados e falhas, mas isso depende muito do trigger e modulo que esta usando.
    Legal que você usa pads no seu kit, eu tbm uso e sempre me convidam a mais trabalhos por eu ter esse diferencial que muitos bateras nao querem acoplar em seus kits por preconceito e por nao saber usar etc.

    abs e muita musica!
     
  9. Lucas Gravina

    Lucas Gravina
    Expand Collapse

    Desde:
    16/4/14
    Mensagens:
    53
    Curtidas:
    38
    Cidade:
    Tatuí
    @Michel Brasil usava trigger no bumbo, conectado ao mesmo modulo roland em que rolam os pads... o som não casa legal, e eu sinto que aquele controle que vc tem de dinamicas e ressonancias no acustico se perdem quando vc mistura. Não sou contra o intrumento eletronico.... só curto que separem-se..... assim eu obtenho o melhor som acustico e todas as suas vantagens na hora de tocar um tambor de verdade, e um som elrtronico sem intereferencias ou misturas... ja que eu me dei ao trabalho de customizar o timbre, quero que ele saia o mais perfeito possivel pra frente do palco....

    quanto a nao confiar, o trigger se solta muito do aro e tem que ser muito apertado pra nao te deixar na mão, o que aconteceu muito.. machuca o acabamento do aro do bumbo......
     
  10. Márcio_Osga

    Márcio_Osga
    Expand Collapse

    Desde:
    29/6/14
    Mensagens:
    147
    Curtidas:
    47
    Cidade:
    Angra dos Reis
    eu vou fazer um pra gravar.. só não sei qual alto falante usar. 6,8 ou 10
    se tem que ser subwoofer
     
  11. Ivan Placido R S Junior

    Ivan Placido R S Junior
    Expand Collapse

    Desde:
    18/6/14
    Mensagens:
    186
    Curtidas:
    110
    Cidade:
    Mesquita
    Fala Amigo... Quando o tamanho do woofer faz diferença sim... Esse é um outro produto Hand in Made da Placido Empreendimentos que eu já fiz... KKKK

    Amigo @Márcio_Osga, Respondendo a pergunta sua e do @Cidrak, O sub kick é feito com um falante de 6" se não me engano, se você por o braço a mão ou ate mesmo as costas no bumbo mesmo sem o furo, você consegue sentir a vibração da pele a uma certa distância. Quanto mais o Woofer, maior vai ser a vibração e maior vai ser a "abrângecia" de frequências que ele vai conseguir "captar".

    Eu fiz com um sub de 6" de carro, lembrando que quanto mais macio o alto falante estive mais fácil será de captar isso.
    Quanto mais perto chegar, mas "som de microfone" ele pega, por isso uma certa distancia entre ele e o bumbo.
    O essencial (Para o hand in made), é que você use um de 8" de uma potência relativamente baixa, perto dos 50 ou 60Watts RMS de cone seco (Voz), e amacie ele durante umas 2 horas.

    O tambor onde vai colocar colocar, estante, estética... Fica a gosto do Cliente!

    Duvidas me chamem!

    Abração Galera!
     
    Cidrack curtiu isso.
  12. Márcio_Osga

    Márcio_Osga
    Expand Collapse

    Desde:
    29/6/14
    Mensagens:
    147
    Curtidas:
    47
    Cidade:
    Angra dos Reis
    o que seria um cone seco?
    amaciar que vc fala é usar por um tempo antes de gravar?
    reparei agora que o taylor halkins (foo fighters) usa um subkick customizado.
    ele usa o alto falante sen proteção, sem o tambor, sem nada.
    olhando de longe parece ser um alto falante de 6.
    de fato o som de bumbo dele melhorou muito.
     
  13. Márcio_Osga

    Márcio_Osga
    Expand Collapse

    Desde:
    29/6/14
    Mensagens:
    147
    Curtidas:
    47
    Cidade:
    Angra dos Reis
  14. Ivan Placido R S Junior

    Ivan Placido R S Junior
    Expand Collapse

    Desde:
    18/6/14
    Mensagens:
    186
    Curtidas:
    110
    Cidade:
    Mesquita
    Fala amigão! Boa noite! Existem dois tipos de bobina, uma mais rígida, usada para voz e caixas ativas:

    [​IMG]
    E um outro usado em subs e falantes de carro:
    [​IMG]
    Procura no 4shared ou em outro site um som chamado onda senoidal, ela não faz som algum, mas o alto falante fica "excursionando" bastante... É um som que viaja na faixa de 20~30hz...
    Basta ligar o som, deixar a música em looping e ligar o alto falante.
    Deixe por 2 horas e pronto!

    Em questão da "customização" você quem sabe... Pode sim colocar só o alto falante... O batera do Almah, usou caixas de som (de mini system mesmo) dentro do bumbo, isso mesmo, ele pegou a caixa e pos dentro do bumbo... Kkkk... Escuta o álbum unfold... E vê se curte o bumbo... Abração galera! Ótimo fim de semana...
     
  15. Aristides TG Cavalcante

    Aristides TG Cavalcante
    Expand Collapse
    Administrador

    Desde:
    13/3/14
    Mensagens:
    1.676
    Curtidas:
    1.282
    Cidade:
    Fortaleza
    Então é melhor usar um Sub de 6" de carro ou um de 8" de cone seco, @Ivan Placido R S Junior ?
    P.S. Foto, fotos, cadê as fotos? :p
     
  16. Ivan Placido R S Junior

    Ivan Placido R S Junior
    Expand Collapse

    Desde:
    18/6/14
    Mensagens:
    186
    Curtidas:
    110
    Cidade:
    Mesquita
    Bom dia amigo! Quer fotos de que?
    Acho que um de 06 polegadas de suspensão de borracha (tipo sub) soa bem legal. OK?!

    Quer que eu faça um aqui?! Hahahah....
     
  17. Aristides TG Cavalcante

    Aristides TG Cavalcante
    Expand Collapse
    Administrador

    Desde:
    13/3/14
    Mensagens:
    1.676
    Curtidas:
    1.282
    Cidade:
    Fortaleza
    Olá, Ivan! Fotos do "subkick" que você fez, com o sub de 6"... Ou eu entendi errado? :facepalm:
     
  18. Ivan Placido R S Junior

    Ivan Placido R S Junior
    Expand Collapse

    Desde:
    18/6/14
    Mensagens:
    186
    Curtidas:
    110
    Cidade:
    Mesquita
    Amigo Aristides, foi a tempos... Mas posso fazer novamente! Sem problemas... É mais uma ideia! Vou aproveitar que tenho um alto falante sobrando aqui... Faço sim e em breve ponho os resultados aqui!

    Abração amigo! Ótimo domingo!
     
  19. AdrielSilva

    AdrielSilva
    Expand Collapse

    Desde:
    6/7/14
    Mensagens:
    2
    Curtidas:
    1
    Cidade:
    Timbó
    Esse é o meu subkick..
    [​IMG]

    Tive que fazer um circuito para atenuar uns 20dbs, ae ficou ótimo! :thumbsup:
     
  20. orsano

    orsano
    Expand Collapse

    Desde:
    23/3/14
    Mensagens:
    207
    Curtidas:
    192
    Cidade:
    Fortaleza
    Boa tarde, pessoal! Aqui vai a minha experiência com esse produto em estudio.

    Venho usando o subkick em gravações desde quando ele foi lançado. Pra quem não sabe, esse não é um "truque" novo. Engenheiros de som nos USA e Europa já vem usando esse artifício há décadas! Muita gente fabricou seus próprios "Subkicks" usando todo tipo de auto-falantes, incluindo woofers usados nas Yamaha NS10 - que são um pouco maiores (7 polegadas), do que os do SubKick (6.5 polegadas).

    Existem vantagens e desvantagens ao se usar um subkick no lugar de um microfone. (A opção mais óbvia seria a de se usar um microfone condenser de qualidade). Vou enumerar algumas aqui:

    Vantagens: O som do subkick já vem "pronto", no sentido de que ele só vai captar sons abaixo de uma certa freqüência (queda acentuada acima de 100hz).
    Com isso, a soma com o microfone interno no bumbo fica mais fácil, sem precisar de muita equalização. Isso também o torna ideal para situações ao vivo, já que essa rejeição de freqüências indesejadas facilita na manipulação do som.
    Outra vantagem é a variedade de possibilidades de posicionamento que a estante da Yamaha permite. Pode parecer uma bobagem, mas esse posicionamento é super importante, pois a sensibilidade do auto falante em relação à pele depende do seu posicionamento. Uma das grandes dificuldades que engenheiros de som sempre tiveram ao fabricar seus próprios Subkicks era de fazer uma estante que permitisse se colocar o auto-falante na posição ideal na frente da pele, já que, dependendo da estante, o aro do bumbo não permite a aproximação fina.

    Desvantagens:

    O Subkick é notório por ter um som um pouco "embolado" nas freqüências entre 100 e 200Hz. Para os engenheiros inexperientes, se isso não for sanado com um pouco de EQ corretivo, o resultado final pode não se traduzir bem em alguns sistemas de som.

    Para aqueles que estão gravando com o subkick, isso pode ser mais problemático ainda porque a grande maioria dos home studios tem um sistema de monitoramento deficiente na fidelidade dos graves (isso sem falar na acústica do próprio estudio que pode estar "mascarando" os graves). Por isso, o uso exacerbado do Subkick pode resultar em uma mixagem onde o bumbo predomina, sem isso ter sido a intenção inicial. Por isso, é sempre fundamental checar a mix em outros sistemas de som para se poder identificar problemas nessa área.

    Outro fator essencial no uso do subkick (ou qualquer outro equipamento similar), é sempre checar a relação de fase entre os diversos microfones usados na bateria. Quanto mais microfones, mais problemas de cancelamento de freqüências podem acontecer, até mesmo entre microfones que estão bem próximos uns dos outros. É fundamental se checar se a relação de fase entre o microfone interno do bumbo está alinhada com a fase do subkick. Mesmo eles estando bem próximos um do outro, a fase pode estar invertida, causando cancelamento de freqüências, o que só vai piorar com o uso de EQ corretivo. Isso vale tanto para gravações, quanto para som ao vivo. A relação de fase entre todos os
    microfones deve ser checada, antes de qualquer EQ corretivo ser aplicado.

    Para concluir, na minha humilde opinião, a regra básica no uso do subkick é o conservadorismo, ou até mesmo o conceito de "less is more". Um pouquinho dele já faz diferença, e apesar dele ser um equipamento super bonito, vistoso na frente do bumbo, no que diz respeito a sonoridade, deve-se usá-lo com moderação e apenas quando realmente necessário. ;-)
     
  21. Cidrack

    Cidrack
    Expand Collapse
    Administrador

    Desde:
    13/3/14
    Mensagens:
    2.875
    Curtidas:
    1.541
    Cidade:
    Fortaleza
    Valeu @orsano excelente contribuição. ..
     
    rpresser curtiu isso.
  22. Ivan Placido R S Junior

    Ivan Placido R S Junior
    Expand Collapse

    Desde:
    18/6/14
    Mensagens:
    186
    Curtidas:
    110
    Cidade:
    Mesquita
    Que aula amigo! Ninguém mais experiente que tenha usado para explicar!

    Só quero saber em qual parte foi humilde... Hahahaha

    Bom domingo!
     
  23. Aristides TG Cavalcante

    Aristides TG Cavalcante
    Expand Collapse
    Administrador

    Desde:
    13/3/14
    Mensagens:
    1.676
    Curtidas:
    1.282
    Cidade:
    Fortaleza
    O link para a foto parece não funcionar, @AdrielSilva ...
     
  24. duanedamaceno

    duanedamaceno
    Expand Collapse

    Desde:
    6/4/14
    Mensagens:
    62
    Curtidas:
    47
    Cidade:
    Leme-sp
    @orsano , mesmo o comprimento de onda das frequências graves sendo da ordem de metros, corre o risco o subkick e o microfone gerarem uma interferência destrutiva?
     

Compartilhe esta Página